TLAXCALA تلاكسكالا Τλαξκάλα Тлакскала la red internacional de traductores por la diversidad lingüística le réseau international des traducteurs pour la diversité linguistique the international network of translators for linguistic diversity الشبكة العالمية للمترجمين من اجل التنويع اللغوي das internationale Übersetzernetzwerk für sprachliche Vielfalt a rede internacional de tradutores pela diversidade linguística la rete internazionale di traduttori per la diversità linguistica la xarxa internacional dels traductors per a la diversitat lingüística översättarnas internationella nätverk för språklig mångfald شبکه بین المللی مترجمین خواهان حفظ تنوع گویش το διεθνής δίκτυο των μεταφραστών για τη γλωσσική ποικιλία международная сеть переводчиков языкового разнообразия Aẓeḍḍa n yemsuqqlen i lmend n uṭṭuqqet n yilsawen dilsel çeşitlilik için uluslararası çevirmen ağı

 18/11/2018 Tlaxcala, the international network of translators for linguistic diversity Tlaxcala's Manifesto  
English  
 ABYA YALA 
ABYA YALA / A Argentina na tormenta
Date of publication at Tlaxcala: 04/10/2018
Original: L'Argentine dans la tourmente
Translations available: Español  English 

A Argentina na tormenta

Jérôme Duval Жером Дюваль جيروم دوڥال

Translated by  Carlos Santos

 

O presidente argentino, Mauricio Macri, anunciou a 3 de setembro um plano de austeridade brutal sob supervisão do FMI. As pessoas expressam a sua raiva face ao aumento dos preços e aos cortes orçamentais.

Dezessete anos depois da crise de 2001 na Argentina, o governo Macri, chegado ao governo em dezembro de 2015, impôs um feroz plano de ajustamento estrutural contra a população, acompanhando o empréstimo do FMI. O país, que em 2018 assegura a presidência do G20, é um dos mais afetados pelo aumento das taxas de juro nos Estados Unidos, pela fuga de capitais, pela subida do dólar e pela especulação bolsista, como acontece com a crise que emerge na Turquia [1].

No contexto de guerra comercial do presidente Trump para favorecer as suas exportações em detrimento dos outros, a subida das taxas de juro nos Estados Unidos provoca uma corrida ao dólar, que, mais do que nunca, se torna um refúgio seguro. Os capitais em dólares são repatriados para os Estados Unidos para beneficiar dessa subida das taxas, a liquidez seca subitamente, as moedas dos chamados países "emergentes" caem brutalmente.

Turbulência na Argentina

O peso argentino está em queda livre, os preços disparam, o consumo reduz-se ao minímo, incluindo para a classe média, muitas lojas e empresas fecham e despedem em massa, a fome propaga-se nos bairros periféricos e os especuladores entram em pânico, sem saber o que inventar para evitar o afundamento anunciado. No entanto, podíamos ter aprendido com as crises do passado para não as repetir: a Argentina já passou por isto... as pessoas recordam-se de 2001, da fome, do barulho das panelas vazias entre as batidas das colheres nas fachadas dos bancos ... fechados. É o "corralito"1. Do outro lado, os capitais fogem discretamente na expectativa de um alívio para um eventual retorno. O cenário orquestrado pelo FMI nos quatro cantos do globo repete-se até ao infinito, o que não impede que continue a destilar as suas próprias recomendações nauseabundas, qualquer que seja a latitude do país em causa.

Leia mais





Courtesy of esquerda.net
Source: https://www.politis.fr/blogs/2018/09/largentine-dans-la-tourmente-34320/
Publication date of original article: 17/09/2018
URL of this page : http://www.tlaxcala-int.org/article.asp?reference=24217

 

Tags: Planos de austeridadeMacrismoFMIAjustes estruturaisArgentinaAbya Yala
 

 
Print this page
Print this page
Send this page
Send this page


 All Tlaxcala pages are protected under Copyleft.