TLAXCALA تلاكسكالا Τλαξκάλα Тлакскала la red internacional de traductores por la diversidad lingüística le réseau international des traducteurs pour la diversité linguistique the international network of translators for linguistic diversity الشبكة العالمية للمترجمين من اجل التنويع اللغوي das internationale Übersetzernetzwerk für sprachliche Vielfalt a rede internacional de tradutores pela diversidade linguística la rete internazionale di traduttori per la diversità linguistica la xarxa internacional dels traductors per a la diversitat lingüística översättarnas internationella nätverk för språklig mångfald شبکه بین المللی مترجمین خواهان حفظ تنوع گویش το διεθνής δίκτυο των μεταφραστών για τη γλωσσική ποικιλία международная сеть переводчиков языкового разнообразия Aẓeḍḍa n yemsuqqlen i lmend n uṭṭuqqet n yilsawen dilsel çeşitlilik için uluslararası çevirmen ağı la internacia reto de tradukistoj por la lingva diverso

 24/11/2017 Tlaxcala, the international network of translators for linguistic diversity Tlaxcala's Manifesto  
English  
 UNIVERSAL ISSUES 
UNIVERSAL ISSUES / Por que Trump ficou atômico contra o Irã
Date of publication at Tlaxcala: 18/10/2017
Original: Why Trump Has Gone Nuclear on Iran

Por que Trump ficou atômico contra o Irã

Pepe Escobar Пепе Эскобар

Translated by  Coletivo de tradutores Vila Vudu

 

Bem quando a opinião pública mundial temia que EUA e RPDC estivessem à beira da guerra nuclear, o novo eixo de tempos do mal (Coreia do Norte, Irã, Venezuela) apronta uma virada dramática na trama: o presidente Trump pôs-se a esbravejar que a verdadeira ameaça é o acordo nuclear com o Irã.

 
Entra em cena mais uma grave crise internacional nova em folha, tirada do nada e já com mortífero potencial embutido de guerra.
 
O Plano Amplo Conjunto de Ação [ing. Joint Comprehensive Plan of Action (JCPOA), codinome "acordo nuclear do Irã" está funcionando, e Teerã não o infringiu. É o que dizem oito diferentes certificações separadas emitidas pela Agência Internacional de Energia Atômica [ing. IAEA ] desde que o acordo foi assinado em Viena em 2015). É também o que dizem União Europeia, Rússia e China. É o que diz até a troika militar de Trump – Tillerson/McMaster/Mattis.
 
Mas Trump acha que não. Porque, nas palavras ensandecidas de seu redator de discursos, nenhum acordo seria possível com regime "sinistro", "fanático", "principal estado patrocinador do terrorismo", combinado com al-Qaeda (ouçam essa pérola: "Gente ligada ao Irã deu treinamento a operadores que depois se envolveram no ataque da al-Qaeda, com bombas, contra instalações da embaixada dos EUA no Quênia, Tanzânia.") Para nem dizer que "certa gente" até acredita que o Irã está violando o tratado [e fazendo a bomba] com a ajuda da Coreia do Norte. É cena extraída diretamente da 6ª temporada de Homeland.
 
Por mais que a coisa possa estar encharcada de novilíngua, a virada na trama do novelão não tem muito a ver com "descertificar" – significa "rejeitar" – o Acordo de Viena (o JCPOA). A Casa Branca até admitiu isso em declaração: "A nova estratégia dos EUA para o Irã foca-se em neutralizar a influência desestabilizadora do governo do Irã e em limitar sua agressão, particularmente o apoio que dá a terroristas e militantes", além de impedir o financiamento do Corpo de Guardas Revolucionários Islâmicos, CGRI, para suas atividades malignas."
 
Entra em cena, como se poderia adivinhar, nova avalanche de sanções.
 

Leia mais





Courtesy of Blog do Alok
Source: https://www.telesurtv.net/english/opinion/Why-Trump-Has-Gone-Nuclear-on-Iran-20171016-0013.html
Publication date of original article: 16/10/2017
URL of this page : http://www.tlaxcala-int.org/article.asp?reference=21848

 

Tags: EUA-Irã
 

 
Print this page
Print this page
Send this page
Send this page


 All Tlaxcala pages are protected under Copyleft.